samsung-galaxy-a5-2016

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.

Em Dezembro do ano passado, a Samsung apresentou o novo Galaxy A5, um smartphone dual-SIM de gama média-alta da oferta da fabricante coreana que chegou agora à nossa redacção para teste.

O Galaxy A5 tem um ecrã com 5,2 polegadas com tecnologia Super AMOLED que oferece 1080 x 1920 pixels de resolução com uma densidade de 424 pixels por polegada. O corpo é em metal e protegido por Gorilla Glass 4.

Internamente este novo smartphone da Samsung tem um SoC Qualcomm Snapdragon 615 com um processador de quatro núcleos Cortex A53 que funciona 1 ,2GHz mais um Cortex A53 a 1,5 GHz. O processador gráfico é um Adreno 405. Existe também uma versão com o SoC Exynos 7580 da Samsung que inclui também processadores Cortex-A53, mas que usa um GPU Mali-T720MP2.

O SoC inclui ainda 2GB de memória RAM am ambas as versões. No campo da armazenagem, o Galaxy A5 oferece 16GB de memória flash que pode ser expandida até 128 GB através de cartões de3 memória microSD. No entanto, para o fazer, terá que prescindir de um dos cartões SIM.

Samsung Galaxy A5 Dual SIM

Este smartphone é compatível com redes 4G, Wifi 802.11 a/b/g/n e Bluetooth 4.1.

A câmara principal é de 13 MP e a frontal de 5.

O sistema operativo de série é o Android 5.1.1, como sempre, personalizado pela Samsung mas já sem aquela quantidade de aplicações e funcionalidades que ninguém usava e que só serviam para colocar mais carga no processador e bateria.

Outras funcionalidades incluem um sensor de impressões digitais para desbloquear o dispositivo sem ter que inserir a password e rádio FM que, como habitualmente, só funciona quando os auscultadores estão instalados visto que usa o cabo como antena.

A bateria não é amovível e oferece uma potência de 2900 mAh. Este equipamento pesa 155 gramas.

Utilização

O Galaxy A5 é uma máquina muitíssimo agradável de usar. O toque e o peso são excelentes, e não dá a sensação de fragilidade que o Galaxy S6 transmite.

A navegação pelo sistema operativo é muito suave e, pelo facto de não ter a grande quantidade de software que a Samsung costuma instalar de série, o sistema parece muito mais leve e fluido.

A qualidade da imagem do ecrã é excelente, mesmo tendo menos resolução que o S6.

Nas nossas medições, o A5 não foi o mais rápido nem em CPU geral, nem em gráficos, mas também não faz má figura tanto no Antutu com 41119, como no PCMark com 4042.

Mas a vida da bateria é um caso completamente diferente! Conseguimos 12H de autonomia no nosso PCMark Work. Aliás este Samsung está em terceiro lugar no terceiro lugar da nossa lista de smartphones testados que já conta com 47 equipamentos desde que alterámos a forma de avaliação a meio do ano passado.

A qualidade das fotografias é quase tão boa como a do Galaxy S6 que tem uma câmara com sensor de 16MP, tudo fruto da app de fotografia que faz um bom trabalho de pós-processamento das imagens.

Este Galaxy A5 é uma máquina para quem não quer gastar uma fortuna num smartphone, mas também não quer comprar um dispositivo de marca branca.

Só é pena que a entrada para o cartão de memória seja a mesma do segundo SIM o que faz com que o utilizador não possa aumentar a memória se quiser usar dois SIM. Se isto não for problema, recomendo vivamente!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *